terça-feira, 17 de outubro de 2017

Lista de Doação

Encaminhamos anexa lista de livros e outras publicações disponíveis para doação na Biblioteca da Faculdade de Ciências Econômicas da UFRGS.

As doações são feitas mediante aceite da instituição recebedora em retirar na Biblioteca da FCE o material de seu interesse.
Para o título selecionado, deve ser anotado o nome da instituição recebedora na última coluna da lista.
A resposta com a lista devidamente anotada com os títulos de interesse deve ser encaminhada para o e-mail abaixo até dia 25/10/2017:


sptbibfce@ufrgs.br


Vaga de Estágio

Vaga de estágio para estudantes de graduação ou técnico em Biblioteconomia na Escola e Faculdade São Marcos de Alvorada.
Benefícios: bolsa R$ 500,00 (técnico) e 600,00 (graduação) + VT
Horário: de segunda a sexta-feira, das 13h30 às 19h30
Atividades:
• auxílio no processamento técnico;
• empréstimo/devolução/reservas;
• organização dos materiais nas estantes;
• auxílio à pesquisa;
• preparação de materiais para empréstimo;
• demais atividades pertinentes à função.
Observação: atenderá alunos da escola no turno da tarde e alunos da faculdade a partir das 18h.
Interessados devem encaminhar currículo para: biblioteca@saomarcos.br até 25/10/17 às 18h.


terça-feira, 10 de outubro de 2017

II ENCONTRO ESTADUAL DE LEITURA INCLUSIVA (GT - RS POA)

O Grupo Interinstitucional de Pesquisa LEIA: leitura, informação e acessibilidade (da UFRGS e do IFRS) juntamente com o Conselho Regional de Biblioteconomia, a Associação Rio-Grandense de Bibliotecários, entre outras instituições, a partir de uma parceria com a Fundação Dorina Nowill para Cegos (SP), criaram a Rede de Leitura Inclusiva no Rio Grande do Sul (GT - RS POA). Dentre as ações planejadas para 2017 está a realização no dia 31 de outubro do II ENCONTRO ESTADUAL DE LEITURA INCLUSIVA (GT - RS POA) com a presença da representante da Fundação Dorina Nowill (FDN): Perla Assunção.

O Evento é um grande chamamento para que a sociedade e as Instituições que recebem acervos da FDN unam-se a nós na construção uma grande rede de ações em prol das pessoas com deficiência para acesso ao livro, leitura, literatura e bibliotecas e um estímulo para que desenvolvam ações de inclusão. Na programação do Evento palestras pela manhã e à tarde oficinas.

O público será de estudantes de Biblioteconomia do IFRS e da UFRGS, estudantes de outros Cursos e Instituições, bibliotecários, técnicos em Biblioteconomia, professores, mediadores de leitura, pessoas com deficiência, representantes de Instituições parceiras e comunidade em geral.

Serão oferecidos certificados aos inscritos que tiverem 75% de participação no evento, contando as oficinas. Serão oferecidas 2 oficinas por participante.

Descrição da Imagem representativa do II Encontro Estadual de Leitura Inclusiva GT- RS POA composta do logo da Rede de Leitura Inclusiva da Fundação Dorina representada por uma malha de múltiplos fios, que pode se espalhar indefinidamente para todos os lados, sem que nenhum dos seus nós possa ser considerado principal ou central, nem representante dos demais, formando o mapa do Brasil. Ao fundo, o céu com pontos em Braille representando o primeiro acesso à informação e à cultura letrada pelas pessoas com deficiência visual e a imagem representativa do Gasômetro, um dos pontos turísticos mais significativos de Porto Alegre.
Informações: https://doity.com.br/segundogtrspoa/informacoes

segunda-feira, 9 de outubro de 2017

CONVITE - Semana Acadêmica de Biblioteconomia 2017

O Centro Acadêmico de Biblioteconomia, Arquivologia e Museologia da UFRGS (CABAM) gostaria de convidar todos para participarem das atividades da Semana Acadêmica de Biblioteconomia 2017- SAB 2017.

O evento vem com o tema “Biblioteconomia: Diversidade e Inclusão”.
As palestras ocorrerão todas as manhãs das 8h às 12h na semana de 16 a 20 de outubro na FABICO - Auditório II.

Faça sua inscrição (até dia 15/10 às 20h) através do link: https://goo.gl/forms/0gjEEomZxhCqEehv2
>Submissão de trabalhos até dia 15/10 às 20h para o e-mail do CABAM (cabam.ufrgs@gmail.com). Envie o ppt e um resumo sobre o seu trabalho.

Venha conferir a programação no evento: https://www.facebook.com/events/499744260380557/?acontext


Venha participar, se divertir e aprender mais!
Contamos com a sua presença!

sexta-feira, 6 de outubro de 2017

CRB10 publica NOTA DE REPÚDIO à interferência da Câmara de Vereadores de Uruguaiana na gestão do acervo de biblioteca

O Conselho Regional de Biblioteconomia da 10ª Região repudia a interferência da Câmara Municipal de Vereadores de Uruguaiana na gestão do acervo da Biblioteca Pública Municipal da cidade, pelos seguintes fatos:

1 - O Jornal Correio do Povo de 6 de outubro de 2017 noticiou que a Câmara de Vereadores de Uruguaiana quer a devolução da obra “Queermuseu — Cartografias da diferença na arte brasileira”, doada pelo Santander a Biblioteca Pública Municipal. A Câmara de Vereadores é composta por vereadores que são leigos em Biblioteconomia, ou seja, que não tem conhecimento acadêmico sobre as técnicas bibliotecárias;

2 - Até onde sabemos a Câmara de Vereados não consultou os especialistas da área bibliotecária ou entidades historicamente ligadas a área: CRB10, ARB, Fabico/UFRGS, Furg, etc.;

3 - A ação da Câmara de Vereadores atenta contra o Estado democrático de direito, visto que quer impor valores morais de uma parcela da sociedade, hoje em vantagem numérica de representação na câmara, sobre outra parcela da sociedade, em desvantagem;

4 - O ato de perseguir as manifestações de pensamento de uma minoria traz consigo o risco de revanchismos, pois ao longo da história minorias se tornaram maiorias e vice-versa. O perseguido de hoje pode se tornar o perseguidor de amanhã. A Bíblia já foi alvo de perseguições em países que hoje tem maioria cristã. Algumas correntes oriundas da Reforma Protestante sofreram perseguições nos séculos passados e hoje agem com a mesma intolerância que agiam seus perseguidores.; 

5 - A Humanidade até hoje se beneficia da liberdade de formação de acervo das bibliotecas. Não é à toa que em guerras inimigos muitas vezes atentavam contra as bibliotecas, pela importância que seus acervos tem para o povo. A censura é um ato de agressão contra a biblioteca e o povo, utilizada em disputas internas pelo controle da sociedade, por grupos majoritários. Censura é inaceitável, pois para conteúdos potencialmente perigosos existe a "consulta restrita". Até hoje o livro de Hitler "Minha Luta" é útil para o estudo do pensamento nazista para especialistas em várias partes do mundo, inclusive na Alemanha. Por certo não é uma leitura para crianças, mas não deve ser eliminado por isso. O simples ato de deixá-lo sob "consulta restrita" já é o suficiente. Mas a quem cabe o poder de decidir o que é ou não potencialmente perigoso? A Bíblia já foi considerada potencialmente perigosa. As razões devem ser indiscutivelmente fortes e baseadas em risco real, não em valores morais, que são mutáveis de tempos em tempos. Um livro que ensina jovens a construir bombas ou técnicas de cometimento de suicídio por certo é potencialmente perigoso. Mas de acordo com o pensador Ranganathan, "Todo livro tem o seu leitor". Para profissionais da psicologia ou da segurança (Inmetro), conhecer as técnicas de suicídio pode ser útil para prevenir ocorrências futuras. Para militares conhecer as técnicas de construção de bombas pode ser útil para desarmar explosivos. O bibliotecário é o profissional legalmente habilitado para supervisionar a biblioteca e conhecedor de inúmeras técnicas, dentre elas a de filtrar o que pode ser colocado à disposição do grande público e o que deve ser colocado em consulta restrita, sem partidarismos, revanchismos, etc.

6 - Esperamos que o bom senso impere e que os vereadores deixem a organização das bibliotecas para aqueles que legalmente lhes competem, conforme lei Federal 4084/1962, ou seja, aos Bibliotecários.

Conselho Regional de Biblioteconomia
10ª Região

HORARIO REDUZIDO